sexta-feira, fevereiro 13, 2009

O Som das Palavras

A canção de um mestre do som

Sou um mestre do som
Ouço o vento
Ouço o vento por entre as rochas vulcânicas
Ouço o vento sussurrando
sobre as ervas
Ouço o canto dos grilos à tardinha
Ouço o canto vertical das calhandras raras
Celebro a noite sideral tocando singing bowls do Nepal
Ouço o canto das águias-do-mar
Conheço todos os cantos das águias-do-mar
Ouço o assobio virtuoso de um pastor de cabras
Ouço o white noise do oceano e das tamareiras
Procuro fonolitos toco neles percutindo pedras
Ouço o misterioso canto dos pássaros nas falésias nocturnas
Ouço o pink noise da trovoada seca
Ouço a canção do meu ser
Ouço o sussurro do magnetismo terrestre
Sou um mestre do som
Ouço a canção do teu ser
Ouço os harmónicos da minha cana de bambu sibilando com o vento
Componho em mim a generosa sinfonia do mundo
Intraduzível nas pautas
Suficientemente audível
Como o adejar das asas de uma borboleta
Como uma borboleta voando por cima das vagas
Como o inconstante silêncio das nuvens

Vasc d’Montverde

5 comentários:

Caboverdiano disse...

A parte que mostra mesmo que ele é realmente o que diz, a meu ver (pois, penso que o Vasco M. adora sintetizadores) é esta:

"Ouço o white noise do oceano e das tamareiras...Ouço o pink noise da trovoada seca"

Explico porque!

White noise (ruido branco) "é um tipo de ruído produzido pela combinação simultânea de sons de todas as freqüências...Acredita-se ainda que o ruído branco quando ouvido em volume baixo seja relaxante e por isso ele costuma ser utilizado em consultórios dentários e clínicas de psicologia para acalmar os pacientes."
(wikipedia). O white noise é sibilante e soa como "Psss"

Pink Noise(ruido rosa)é também um tipo de ruído ou sinal sonoro que ao contrário do ruido branco, tem a mesma intensidade em todas as frequencias. O ruido rosa
soa como "shhh"

Esses dois tipos de ruidos são utilizados em sintetizadores,um instrumento electronico que produz uma variedade de sons combinando sinais de frequencias diferentes (ex. pink e white noise).

É escusado dizer que Vasco Martins toca sintetizadores. Não sei se essas definições seviram para complicar ou elucidar. Mas, resumindo e concluindo, ele é um Mestre do Som sim. Gosto de sintetizadores e a minha pesquisa sobre os mesmos me levou a conhecer o significado do white e do pink noise. Por isso adorei o facto dele ter incluído estes detalhes no poema. Os amantes do som podem mesmo comprovar que o texto é da autoria de um homem que entende da coisa.

Quel braça, Fonseca. Obrigado por partilhar.

Anônimo disse...

Ora aqui està um mestre!

Aqui temos um mistico dono de todos os sons!

Eis um homem que ouve a fala da terra!

Aqui têm um crioulo que traduz em notas o magnetismo das nossas rochas!

Obrigado ao Fonseca por nos trazer esse fidge de pêrida que conhece o som das palavras!

Al Binda

José Eduardo Fonseca Soares disse...

Para corroborar contigo Caboverdiano em relação à presença por trás deste poema do Vasc d'MontVerde... de um homem (para além de músico) ligado aos sintetizadores... e conhecedor dos sons. E já agora dos instrumentos de medição e transformação do Som. Sobretudo, um homem com ouvidos! Acrescentar talvez que o ruído branco é utilizado, por ter todas as frequências, para detectar e solucionar 'avarias' em equipamentos não só do som, mas também de Imagens. Por outro lado, adorei neste post,'O som das palavras', com este sonante poema de VM - A canção de um mestre do som, ver os dois (Caboverdiano e AlBinda) inteiramente de acordo.

aninhamartinelli disse...

Muito bonito este poema! gostei demais!

obrigada pela visita!
otima semana!

José Eduardo Fonseca Soares disse...

Também acho, Martinelli. E obrigada pelo salto por estas bandas. Abraço