sábado, agosto 01, 2009

Homem detecta traição melhor do que mulher... (diz estudo)

Na mesma linha do anterior post, teatrakácia tráz pr’aqui esta pesquisa que chega à conclusão do que todos sabemos – tanto homens como mulheres – que o homem detecta melhor a traição… Mas achei mais interessante a ilacção tirada dos resultados desse estudo, a de que os homens desenvolveram defesas para detectar a traição… porque nunca podem ter cem por cento de certeza sobre a paternidade…


O estudo, realizado por pesquisadores americanos, sugere que os homens detectam a traição com mais facilidade do que as mulheres. A equipa, da Virginia Commonwealth University, na Virgínia, afirma ainda que os homens são mais desconfiados da infidelidade, mesmo quando não estão sendo traídos. O pesquisador Paul Andrews e uma equipa de especialistas entrevistaram 203 casais heterossexuais, com questionários confidenciais. Perguntaram aos voluntários se já haviam sido infiéis e se suspeitavam ou sabiam que haviam sido traídos. Entre os homens, 29% admitiram já ter traído. Entre as mulheres, o índice foi de 18,5%.
O estudo, reproduzido pela revista científica New Scientist, concluiu que, além de trair mais, os homens também são mais espertos para captar sinais de infidelidade. Eles detectaram 75% dos casos de traição, enquanto as mulheres identificaram apenas 41%.
Além disso, eles também apresentaram uma tendência maior de desconfiar das parceiras, mesmo quando elas não eram infiéis. Para Paul Andrews, esse comportamento tem uma explicação evolutiva, já que, ao contrário das mulheres, os homens nunca podem ter 100% de certeza sobre a paternidade de seus filhos.
Quando a mulher é infiel, o homem pode perder a oportunidade de reproduzir, e acabar investindo seus recursos para criar uma prole de outro homem”, diz o pesquisador.
Em entrevista à New Scientist, David Buss, da Universidade do Texas, diz que o estudo contribui para a teoria de que os homens desenvolveram defesas para detectar a traição, “o que os leva a ser mais cautelosos ao superestimar a infidelidade de suas parceiras”.
Fonte: http://www.portaldascuriosidades.com

17 comentários:

zito azevedo disse...

Esta questão da infedilidade conjugal leva-nos a um tema mais complexo, o da pretensa qualidade monogâmica do homem (e da mulher!),estatuto, aliás, mais do quue discutível. Sabe-se existirem no reino animal inumeros exemplos de monogamia natural, caso dos lemures fêmeas, araras, certos antílopes, cisnes, papagaios, alguns tipos de patos, pinguins-imperadores, etc. etc. E são monogâmicos por instinto e não por imposição legal, como acontece com os humanos. Daí à infedilidade é um curtíssimo passo!
Zito Azevedo

Anônimo disse...

pretensa qualidade monogâmica??!!E' a primeira vez que leio algo do género; o que tenho lido mais (e está provado cientificamente) é que o homem e a mulher sao animais; por favor zito, leia mais zoologia, biologia animal, ou entao dê opinioes sobre a radio; olhe fale-nos do seu percurso radiofonico, mas biologia e genética nao, por favor!

zito azevedo disse...

Que o homem e a mulher são animais ninguém duvida. Que são, naturalmente, polígamos, como a maioria dos outros animais, não sendo, talvez consensual, é teóricamente defensável. Os entendidos (que não eu...) dizem que as convicções de monogamia entre os humanos são de índole religiosa, social e legal e não genéticas. Estas informações foram sendo colhidas aqui e ali, ao longo de muitos anos de leituras e não será culpa minha se o comentarista anónimo com elas se não identifica. Está no seu direito!
Quanto à rádio, obrigado pela referencia e pelo elogio que parece transparecer das suas palavras.
Zito Azevedo

Anônimo disse...

Zito nao me identifico com as suas afirmaçoes biologicas e você acabou por me dar razao ao corrigir o que tinha escrito antes. Começou por abir o seu post corroborando o que eu disse ao escrever que os homens e as mulheres sao animais; e mais à frente escreveu que os entendidos na matéria dizem que as convicçoes de monogamia nao sao genéticas; outra coisa eu nao disse; tudo no homem é biologico, é genético; é a nossa vaidade que nos tenta pregar partidas para dizermos que somos racionais, que somos isto e aquilo; mas a biologia está la para confirmar ou informar e na maior parte dos casos cola-nos no nosso devido lugar de animais, irracionais, atrevidos, pouco inteligentes, bozofos, enfim, animais. Somos descendentes de macacos, zito; e é a ciência que afirma e nao este pobre anonimo; está provado cientificamente; e somos todos nós, brancos e pretos, e nao apenas os pretos, como quiseram fazer crer alguns brancos racistas que diziam que so o preto é que era descendente do macaco, para precisamente humilhar ainda mais o preto; felizmente que a ciência apareceu para dizer, nao, nada disso o branco e o preto sao os dois descendentes dos seus primos macacos. E' claro que ainda por aí muitos brancos que deixaram de dormir desde que souberam ser descendentes de um macaso qualquer; e ainda por cima da africa, la para os lados da etiopia, eritreia e quenia; é a pior humilhaçao que se podia fazer a um branco racista: dizer-lhe que ele é descendente de macaco e ainda por cima da etiopia...Enfim, quanto à sua historia da radio, ela nao é so sua zito; é um dever de memoria que tem de testemunhar; o blogue kriolradio abriu um espaço para que as pessoas que fizeram radio testemunhem para a historia da radio; é o seu direito de testemunhar; tudo pertence ao povo e nada do que fizemos nos pertence; despache-se portanto e comece a dar ao dedo porque os animais também morrem....

zito azevedo disse...

A certa altura e por causa de coisa nenhuma faz-se uma tempestade em copo de água. Nada, no meu primeiro comentário pode levar alguem a pensar que eu defenda outra qualquer explicação para a origem da espécie humana que não a da teoria da evolução. E escrevo que é "pretensa" a qualidade monogâmica dos humanos, ou seja, pretende-se que seja o que, na realidade, não é e, reitero essa ideia quando escrevo "estatuto, aliás, mais do que discutivel", porque, afinal, é perfeitamente absurdo. Quanto ao resto, meu caro, eu não costumo perder tempo a julgar os que da minha cor terão feito ou pensado sobre os de outras cores; disso encarrega-se a História e eu gosto, verdadeiramente, é das pessoas e não do seu aspecto, da sua cor, da sua religião ou do seu clube.
Daqui irei à kriolradio, ao mesmo tempo que vos convido a visitar-me em "arrozcatum".
Zito Azevedo

Joshua disse...

Pois é! Nada nas primeiras palavras do Zito poderia conduzir à tempestade do Anónimo...o problema está no Anónimo que se julga o verdadeiro macho alfa e daí as demonstrações de agressividade.
É o que dá ser um animal.

Anônimo disse...

Eu nao percebo fracamente como é que gente que se diz homem de comunicaçao e outros atributos que têm a ver com a liberdade, fica eriçada com o exercicio do debate livre e aberto. Sao os nossos resquicios de cultura do fascismo e do totalitarismo. Na verdade crioulo branco ou preto como costumo dizer é so garganta; nao sabe debater e quando o debate toma cariz frontal, começa logo a achar que se está a fazer tempestade num copo de agua e outras palermices do género. O Zito parece entrar nesse esquema descrito; repito que para homem de comunicaçao deixa-me preocupado; mas como homem que diz ter leituras devia ler os debates violentos entre os anglosaxonicos ou porque é homem de radio, ouvir os debates violentos nas radios de informaçao e televisoes de noticias americanas. Debate tem de ser agressivo até porque somos animais. Obriguei alias o zito a ter que lançar para a mesa a teoria da evoluçao; obriguei o zito a explicitar melhor e de maneira clarissima as suas ideias na materia; logo devia agradecer-me e nao ver tempestades nenhumas la onde ha tao somente debate de ideias; mas debate com argumentos e conhecimentos e nao larachas, tipicamente da nossa cultura tacanha lusa. Como crioulo branco que é parece ter também encaixado mal a minha provocaçao de preto e branco. Eu sou assim, gosto de provocar e obrigar as pessoas a ficarem em desequilibrio; é um facto historico ou nao que o branco humilhou o preto conotando-o com macaco, para o excluir da humanidade? Zito sabe que é assim. Quanto ao meu humor sarcastico e provocador de que o branco é também descendente de macaco como o seu irmao preto, o zito parece ter tomado a coisa para si. Afinal, homem tantos anos de vivência em Mindelo nao aprendeu o humor e o gozo do mindelense? Enfim quanto à doidinha de Joshua, ela deve ser daquelas que começa a fazer chichi nas cuecas quando vê animal com dolares na barriga; Que fazer? Somos assim, ou nao zito? Ande daí homem, em vez de estar a perder tempo com essas ninharias, escreva-nos sim o seu percurso na radio para ficar gravada no marmore da historia. Sem rancor, porque apesar de animal, fui para a escola e estudei as teorias evolucionistas todas; digamos que sou um animal vaidoso, logo perigoso porque dou dentadas com cabeça...

Joshua disse...

Tens razão Anónimo, sou mesmo mesmo doidinha. Tão doidinha que só agora me apercebi pelo teu blá blá blá que afinal és o Anónimo desequilibrado do costume que acaba sempre a falar sózinho.
És um parvo! Mas daqueles que me fazem rir.

Anônimo disse...

Diz menina Joshua como queres a coisa; estou aqui para te servir; é so pedires que te dou...

Joshua disse...

:)

zito azevedo disse...

A Joshua eu devo um pedido de desculpas por, sem o querer,a ter arrastado para este "bas-fond" de retórica. Desejo que um dia possamos cruzar as nossas palavras a outro nível, se quizer fazer uma visitinha ao meu www.arrozcatum.blogspot.com
Obrigado!
Zito Azevedo

Joshua disse...

Não se preocupe, Zito. Eu até acho uma certa piada ao Anónimo...

Anônimo disse...

Acalme-se Zito, porque ja nao tem idade para ir ao bas-fond; quanto à retórica, apesar de ter sido um bom locutor, nao acredito que conheça os classicos da Oratória grega e latina. Umas leituras e a sua longa vida nao querem dizer rigorosamente nada, em termos de conhecimento. Nao esteja a tirar ilacçoes depressa demais, porque nao acredito que saiba o que Lutero nos ensinou em matéria de contextus e de scopus. Como vê sei falar de hermenêutica filológica e teológica que aprendi com Herder, Dilthey e Gadamer;mas sei também esgrimir coisas no bas-fond e sou um ilustre aluno de Sade, o célebre Marquês. Portanto Zitinho, apesar dos seus cabelos brancos, nao acredito que você esteja à altura nem do Lutero nem de Sade. Quanto à menina Joshuana, nao sei se ela tem pedalada para uma longa caminhada sadiana comigo! Sou muito exigente. Exijo mulheres inteligentes, cultas, bonitas, boas e perversas!

Joshua disse...

Ó Anónimo , achei tanta piada a essa da pedalada e da Joshuana. És mesmo esperto!!!
No entanto vou ter que declinar a tua tão generosa oferta... porque quando a esmola é muito grande o pobre desconfia.

Anônimo disse...

Anónimo não é nada parvo! Fala com conhecimentos e referências desafiando os outros a mostrar serviço. Em vez de se estar a pensar que ele é fraco de espírito os outros deviam mostrar também que têm referências em vez de frases que qualquer um pode ter.

Ida

guard runner disse...

ciao dall'italia

Anônimo disse...

Eu sabia, eu sabia Joshuaninha que para la de nao seres feinha pa caraças que nao tinha também nadinha na tola, logo nao podias ser uma parceira para coisissima nenhuma. Coitada da menina! Olha a Ida é que parece ter cheiro. Isto aqui de facto é so gente sem pergaminhos, gente que so sabe fazer redacçoes de terceira classe!

Bom tenho que ir dar umas aulinhas la para outra banda.