quinta-feira, junho 24, 2010

Mais um Sanjon a ser 'vivido' nas Ilhas...

O ‘rufar’ dos tambores, num estilo bem próprio e crioulo, afinal nada mais é do que ‘mais uma das costelas’ do cabo-verdiano…

Não terá sido por acaso que, na hora da tomada da independência do país, os tambores foram os instrumentos que mais ‘celebraram’ esse momento histórico único!


foto: Alex Tsafas

2 comentários:

zito azevedo disse...

Já lá vão muitos anos mas por estes dias continuo a sentir aquilo a que chamo de "nostalgia da Ribeira de Julião", memórias de colá San Jon, de midge in grão, do rufar insurdecedor dos tambores, do frango de churrasco frio e da cerveja quente e um bom grog para fim-de-festa,o colarinho imundo,o corpo suado e a alma cheia...

Fonseca Soares disse...

Zito, sobretudo como diz, 'a alma cheia...'
Abraço